Coluna Opinião de Quinta: Como eu era antes de você

Ela tem 27 anos de uma vida pacata, um namorado babaca e nenhuma perspectiva. Se chama Louise Clark . Ele até tinha uma vida ativa. Fazia viagens. Era o cara. Até ficar tetraplégico. Ele se chama Will Traynor. O caminho dos dois se encontra após Lou perder o estável e adorado emprego num café da cidade e precisar de um novo. Ela então é recrutada para cuidar de Will por seis meses.

O que ninguém espera, é que depois desse tempo, Will tem planos para acabar com o seu sofrimento na cadeira de rodas e é exatamente isso que Lou tentará impedir. Eis a trama de “Como eu era antes de você”, de Jojo Moyes, que – tragicamente – terminei de ler essa semana (sim, a sensação é de tragédia quando não há mais nenhuma das mais de 300 páginas para ler). Eis o tema do Opinião dessa semana. Vem junto. 🙂

02-resenha-de-livro-como-eu-era-antes-de-você

Nunca julgue um livro pela capa mesmo. O desenho rosado engana um pouco sobre a trama envolvente e sedutora. A autora consegue te cativar e levar junto com a história. Na verdade, há uma linha tênue quando se escreve sobre alguém com algum tipo de deficiência. É preciso tomar muito cuidado para não “apelar” e Jojo não apela. Se você não quiser comprar o livro, há versões online disponíveis. Minha leitura foi nas idas e vindas no ônibus, uma viagem dentro da outra. #Fica a dica.

É claro que eu não vou contar o final do livro, mas posso dizer que é fascinante viajar com a história e imaginar o final. Clark meio que vive numa crise existencial, já que a sua irmã sempre foi melhor que ela em tudo, mesmo sendo mãe solteira, e a sua família também passa por dificuldades financeiras. Além disso mostra os pais de Will, a infidelidade do senhor Traynor, a dureza da senhora Camilla, com participação da irmã dele que não mora com eles, além de Natan, o enfermeiro que cuida dos tratos médicos de Will.

A grande lição do livro é de como pessoas podem mudar a vida das outras. O livro mostra que, no dia a dia, as pessoas podem mudar, mesmo que não queiram. Aquele carrancudo Will mostra poder ser alguém melhor. Assim como a inútil e pacata Lou, se transforma em uma pessoa melhor.

E você: tem “melhorado” alguém? Sua presença, atitudes e empenho, tem feito das pessoas melhores do que eram antes de você? Não por obrigação, mas pelo prazer de fazer alguma diferença, não só nos romances, mas na própria vida. Porque não?

Leiam. É ultra recomendado. Um lindo final de semana cheio de (boas) mudanças.

#AqueleBeijo, Hugo Junior

06-resenha-de-livro-como-eu-era-antes-de-você

 

Eu Vi: A Menina que Roubava Livros !

Hellow amores 🙂

Sim, eu tinha dito que ia ler o livro antes do filme né rs, mas eu não resisti. Fui ver “A menina que roubava livros” e com certeza foi um dos filmes mais lindos que eu já vi.

Quem já leu o livro ou já viu o filme (confira o trailer aqui)  creio que vá concordar comigo, é uma história fascinante e muito emocionante – recomendo que levem lenços, eu pelo menos chorei horrores. No geral achei o filme incrível e tentei separar os motivos que mais me conquistaram nesse drama lindo.

filme-a-menina-que-roubava-livros

canstock4121814Contexto histórico: A história é fictícia, mas traz uma bagagem histórica incrível. O drama se passa na Alemanha nazista e as características desse época dão o contorno a história. Liesel Meminger (a menina que rouba livros rs) é entregue para a adoção pois sua mãe é considerada uma comunista e a partir disso se desenrola todo o filme. Algumas cenas eu sinceramente achei bem fortes para a classificação do filme,10 anos, mas souberam retratar muito bem a repressão, violência e sofrimento da época. Sem exageros nem fantasias.

canstock4121814

Atuações mirins: Estou completamente apaixonada por Sophie Nélisse e Nico Liersch, que interpretam Liesel e Ruby. Os achei perfeitos tanto nas cenas de drama – e tiveram muitas, lágrimas garantidas, como nas de amizade e cumplicidade entre os dois.

canstock4121814

A mensagem do filme: Eu acho que quase todo filme tem uma mensagem nas entrelinhas e no caso desse, com certeza deu pra tirar muitas lições. A principal delas com certeza é a paixão de Liesel pelos livros e a determinação por aprender a ler, isso é bem raro nos dias de hoje rs. Mas além disso, o filme ainda fala de amizade, amor e fé. Com certeza um lindo filme.

Liesel (Sophie Nélisse) e Ruby (Nico Liersch).

Liesel (Sophie Nélisse) e Ruby (Nico Liersch).

Bom, eu achei o filme todo muito bom, vale a pena assistir. Ainda pretendo comprar o livro sim, não posso me desligar emocionalmente dessa história haha.

Espero que tenham gostado. 🙂

Beijos, Thaise

Dica de Livro: A beleza está nos olhos de quem vê

DSCN2188

Eu considero esse o livro mais importante da minha vida. Sabe aquele livro que você sente como se ele falasse com você, como se a autora soubesse exatamente o que você queria ler? Pois é esse. A beleza está nos olhos de quem vê: Como se libertar dos padrões massacrantes de beleza e da ditadura do corpo perfeito,  escrito pela psicóloga Camila Cury.

Vocês já devem ter notado aqui no Blog, estou sempre batendo na tecla que a gente tem que se amar do jeito que somos e que NÃO existe corpo, cabelo, pele … pessoa PERFEITA e esse livro trata justamente disso. É claro que apesar de eu pensar dessa forma eu também me sinto insegura diante de tanta pressão da mídia, sociedade e afins, por isso esse livro me ajudou e muito.

# Confira um trecho.

Quantas vezes você já se olhou no espelho e desejou que seu nariz fosse um pouco menor, que seus seios fossem mais volumosos, suas coxas mais grossas e sua barriga mais durinha? Provavelmente você acredita que se esses desejos se tornassem realidade, você seria mais feliz.

No entanto o que impede a sua felicidade não são esses “defeitos” que você enxerga em seu corpo e sim a maneira como se sente em relação a eles. O cruel padrão de beleza imposto pela sociedade tem envenenado a alma das mulheres, tornando-as criticas em relação á sua aparência. Como é impossível chagar a esse modelo, elas se tornam pessoas inseguras e insatisfeitas.

Eu suuuper recomendo esse livro e espero que tenham gostado. 🙂

Beijos, Thaise

cats

Dica de Livro: 101 Coisas para fazer antes de Casar, Engravidar ou Envelhecer !

Oii 🙂

Sabe, pra mim a delícia de ter 20 e poucos anos é aquela sensação doida de querer viver tudo, esse sentimento que vamos perdendo ao longo anos – infelizmente.  Aliás se tem uma coisa da qual tenho medo é de não ter histórias pra contar nem momentos para lembrar.

Mas voltando ao tema desse Post rs, a dica de livro hoje é de um livro que me fez repensar muitas coisas e que devorei em poucos dias – simplismente não conseguia parar de ler rs. Ele foi escrito pela jornalista Inglesa Sarah Ivens, atual editora da revista americana OK!, que descreve com muito humor e verdade, 101 Coisas para fazer antes de Casar, Engravidar ou Envelhecer. 🙂

DSCN1539

A leitura é super indicada pra quem tá sentindo a vida parada, sem graça, sem emoção … O livro mostra que nunca é tarde pra dar uma guinada na vida, largar aquele emprego que você odeia e se livrar dos medos bobos. São dicas pra gente aproveitar mais a vida e ter bons momentos pra relembrar, sem aquela sensação de que deveria ter aproveitado mais a vida.

DSCN1538

Se você me perguntasse que motivos eu daria pra que vocês lessem esse livro eu teria muitos pra falar, mas o principal: Você vai se identificar com toda certeza! Eu me identifiquei com praticamente todos kk, separei alguns.

cats3

De verdade torço para que leiam esse livro, é realmente o exemplar que vou levar pra vida toda.

Beijinhos

Thaise Xavier

Dica de livro: O melhor de mim!

O fim de semana chegou e que tal começar a ler um livro novo? A minha dica de hoje é um romance maravilhoso, escrito pelo Nicholas Sparks, o mesmo autor de Porto-Seguro, Um amor pra recordar e outras histórias inspiradoras. Sempre que pego algum livro dele para ler, fico impressionada como é possível tanta sensibilidade e romantismo em um único homem. Além disso, ele tem a facilidade de se adaptar a vários personagens e personalidades. O cara manda muito bem!

O livro O melhor de mim, relata a história de um casal que durante a adolescência vive um grande amor.

Separei uma resenha para vocês entenderem melhor:

“Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois. Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre. Num romance envolvente, Nicholas Sparks mostra toda a sua habilidade de contador de histórias e reafirma que o amor é a força mais poderosa do Universo – e que, quando duas pessoas se amam, nem a distância nem o tempo podem separá-las.

Imagem

Imagem (Nicholas Sparks)

A resenha dispensa comentários né? A história é linda e de uma simplicidade incrível! Acho que é praticamente impossível não se identificar com a situação que ele descreve no livro, afinal de contas quem nunca teve um amor que gostaria de reencontrar?

Bom, como sou viciada nos livros dele achei um combo disponível no site do Submarino, com um preço bem legal. Vale a pena comprar! Esse livro, O melhor de mim, está à venda na Americanas por 19,90.

Ah,  deixo aqui uma das partes que eu mais gosto do livro:

“Quero acordar de manhã com você do meu lado, quero chegar a noite e jantar com você. Quero compartilhar com você cada detalhe bobo do meu dia e ouvir cada detalhe do seu. Quero rir junto com você e dormir com você nos meus braços. Porque você não é só alguém que eu amei no passado. Você era minha melhor amiga, a melhor parte de quem eu sou, e não consigo me imaginar desistindo disso outra vez. Eu lhe dei o melhor de mim e, depois você foi embora, nada jamais voltou a ser o mesmo.”

Beijo meninas! Bom fim de semana :*

Denise Paixão

Resenha: Freud, me tira dessa!

Confesso, quando procurei esse livro para comprar eu estava em um momento bem complicado da minha vida e achei que seria apropriado saber se Freud poderia me ajudar a dar um jeito na situação. O livro é super engraçado e depois de ler, comecei até a achar que a minha vida tava bem resolvida (se comparada com a da personagem) e isso me deixou bem animada!

Resenha do livro: “O livro narra a história de Catarina, uma jovem que passa a morar sozinha em função do novo emprego. Dona de uma vida amorosa catastrófica e disposta a rever suas escolhas, Cat busca ajuda na psicoterapia. Como se não bastasse o dolorido processo de conhecer a si mesma e de adentrar na relação com seus familiares, Catarina se apaixona pelo terapeuta. No auge de sua angústia, a personagem recorre ao pai da Psicanálise para sair dessa. Por meio das confusões de Cat, é possível não simplesmente rir, mas também se identificar com a profunda trajetória de autoconhecimento e aceitação da própria história.

livro_freud

A Cat, personagem principal, acabou de tomar um fora do cara que trabalha na mesma empresa dela. Ela tenta dar a volta por cima mas acaba descobrindo que o ex já está namorando uma outra mulher da mesma empresa e que pretende assumir o romance publicamente (o que não fez com ela). Cat, começa a repensar sobre seus relacionamentos e resolve passar um fim de semana com a família para relaxar. Chegando na casa dos pais encontra mais problemas: sua irmã está namorando seu primeiro ex namorado (por quem era super apaixonada).

Parece que as coisas não andam boas para ela, então depois de um fim de semana catastrófico resolve recorrer a Freud e marca uma consulta no psicólogo e com a ajuda dele, Catarina começa a analisar a sua vida profissional e pessoal!

No livro, a autora Laura Conrado mostra as inseguranças, medos e desejos que todas nós mulheres temos. Batalhamos todos os dias para correr atrás dos nossos sonhos, trabalhamos duro para pagar contas, ter uma vida melhor e prazerosa mas sem perder a vontade de achar alguém realmente especial. O que esquecemos muitas vezes é que para achar alguém especial é preciso se sentir especial. 

Eu me identifiquei muito com a maioria das situações vividas por Cat e aprendi a levar esses problemas menos a sério! Vale muito a pena a leitura meninas. Leiam e me contem depois! 😉

Um beijo,

Denise Paixão